domingo, 25 de agosto de 2013

Entreparênteses - O desfecho da primeira temporada


Semana que vem, dia 31 de agosto, é dia do Mc Dia Feliz. Aquele dia em que você vai à rede de fast food, escolhe pelo número e virá um sanduíche, não um profissional importado. Neste dia, a renda arrecadada é revertida para ajudar crianças com câncer. Iniciativa bacana.

Mas há outro câncer se instalando em nossa sociedade, ainda sem iniciativas para seu combate: o câncer de uma corrupção desmedida, de atos autoritários e bem pensados, que levam à restrição de liberdade e tiram do cidadão honesto a esperança de dias melhores. Um câncer que mata em massa, feito doença contagiosa. E começa a matar quando prioriza obras que reformam estádios e deixam às minguas os hospitais. Afinal, enquanto a saúde estiver calamitosa ela continuará sendo uma bandeira de promessa de políticos.

Não sei o que é pior: levantar a bandeira da salvação às custas de um acordo com a ditadura cubana ou se é maquiar resoluções que se inauguram sem estar prontas. Fim dos tempos. Um tempo que sangra sob o sol da bandeira vermelha de um partido que se dizia do povo. Sinceramente, a vontade de responder àquela paciente era: 
"_Senhora, o país não vai mudar enquanto o povo não se rebelar, Enquanto uma revolução nas urnas não acontecer. Enquanto não se aceitar a esmola da bolsa-qualquer-coisa. Enquanto a sintonia geral for a de que é possível se dar bem abrindo mão dos bons valores, da ética, da moral."

Mas sabe como é, é preciso plantar esperança. E há casos em que é preciso dizer simplesmente: "_Sim, o país vai mudar". Olhar o horizonte e não vislumbrar nada é apenas um estímulo para esse plantio. Um plantio cuja colheita pode levar muitos anos. Mas quem carrega consigo sementes sabe: nem sempre seremos nós mesmos a colher as flores, os frutos e a sombra acolhedora que deixamos pelo caminho. Continuo com a mãos cheias de sementes. Tem gente que se sabe semeador. Entre e fora dos parênteses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!
Responderei ao seu comentário em seu respectivo blog.
Até mais!