quarta-feira, 12 de junho de 2013

Amor, amor, amor...




Porque a maior poesia é amar e ser amada: dispensa palavras, não necessita de ritmo, transcende qualquer metáfora. Porque o verbo amar é uma hipérbole, conjugada a dois, em tempos compostos de ser feliz, sonhar acordada, sorrir à toa, andar nas nuvens. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!
Responderei ao seu comentário em seu respectivo blog.
Até mais!