domingo, 7 de abril de 2013

Se o rio se vai


O fio
esticado
cortando
tal qual navalha.

O rio que corre
levando com ele
a imagem
da margem
onde está o fio.

É  tudo coisa que passa,
é tudo momento.

O que fica
é terno.

E se o rio se vai
vou com ele também.

Escolhas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!
Responderei ao seu comentário em seu respectivo blog.
Até mais!