domingo, 9 de setembro de 2012

Os hábitos que me fazem ser - 3º capítulo


É incrível como só agora acabo de perceber isso que vou contar. E é a realidade: basta eu ter a idéia de fazer uma série, geralmente com um monte de coisas legais para postar, que imediatamente as idéias todas desaparecem e fico sem saber o que escrever. Das outras duas vezes foi assim. A primeira série até que achei que ficou bem sucedida, "Meus amigos ostras e suas pérolas".  Gostei.

Já a segunda, foi um fiasco, "O óbvio que a vida contém". Eu tinha milhões de coisas para escrever, pensava nisso a toda hora, e foi só começar o primeiro post que... pluft! sumiram todas as idéias. Fuga em massa!

O mesmo aconteceu agora... Quer saber? Séries me delimitam, me fazem escrever dentro de um texto pré-formatado, num modelo para ter uma lacuna preenchida. E eu não suporto a falta de liberdade. Deve ser por isso que travo assim que começo e, de repente, fica muito sem sentido fazer a série. Ah! É isso: decreto que não farei mais série nesse blog porque só funciono sob a livre forma de me expressar. Eis aí um hábito que me faz ser e só por isso, será o último post aqui escrito sob esse título. Eu acho. Porque é bem possível que as idéias voltem todas só porque decretei o fim da série, rs. E então, resolvo que será o 3º capítulo. Já que o futuro, é mesmo uma incógnita... E até que seria interessante algo inacabado por aqui...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!
Responderei ao seu comentário em seu respectivo blog.
Até mais!