segunda-feira, 30 de abril de 2012

Redenção


O nome é Monte Calvário. Faz jus ao nome. Quando se está a 3800m de altitude, chegar a 4100m é mesmo um calvário, principalmente se você vive ao nível do mar. É um local de peregrinação na Bolívia, e muitos bolivianos fazem essa caminhada na sexta-feira da Semana Santa. Mas como a data é outra, encontrei mesmo muitos estrangeiros pela trilha, um brasileiro dentre eles.

A trilha possui escadas. Não há como errar. De tempos em tempos, uma cruz marca o trajeto, referindo-se  a uma estação da via crucis. Iniciei a subida rezando o terço, mentalmente. Muitas paradas ao longo do percurso, para apreciar o visual, para  beber água, para respirar melhor. Me perdi no terço... 

Demorei para chegar. Mas não estava com pressa. Acho que assimilei isso: não ter pressa, curtir o caminho, ser feliz enquanto não se alcança o objetivo... E no fim da via crucis, não havia crucificação. Não a minha, ao menos. O que encontrei foi Redenção. Um lindo fim de tarde, um pôr-do-sol no Lago Titikaka para nunca mais se esquecer. Quando se ama é assim, nunca mais se esquece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!
Responderei ao seu comentário em seu respectivo blog.
Até mais!